terça-feira, 10 de julho de 2012

Os Usos e Abusos da Má Fé

Quem tentou entrar no blog nesses últimas 24 horas não conseguiu, ele estava fora do ar. Pois é, eu decidi retirá-lo para me resguardar de um mal que assola a humanidade desde que Pandora abriu a caixa e libertou um sentimento mesquinho: a inveja. Estava tentando criar mecanismos de segurança sem que o blog ficasse engessado, pois o importante é que as ideias aqui compartilhadas sejam sim discutidas, difundidas, maaas respeitando a sua origem, como tantas vezes foi, por que não sempre?

Em Março tive o desprazer de me deparar com um ser passando por cima do que seria esse respeito pelo trabalho alheio. Quero compartilhar com vocês para que possam entender a situação e que caso encontrem casos como esse por aí, possam ajudar a denunciar! O indivíduo estava copiando integralmente as minhas traduções e disponibilizando em seu blog e páginas do facebook como suas!!! E pasmem: o indivíduo é árabe, um egípcio! Claro, o problema não é ele falar/escrever bem em árabe, mas em português, por isso a necessidade de usurpar o meu trabalho. Na época era apenas 1 página usurpada, e eu enchi o saco dele para que se retratasse, para que colocasse a fonte de onde havia retirado a tradução. Pasmem²: ele se fez de desentendido, perguntou se eu estava querendo uma tradução, pois ele era uma ótima pessoa, e ajudava todo mundo. Pasmem³: faltando argumentos para provar que a tradução não era uma cópia da minha, ele disse que pegou a letra da música em árabe, jogou no google tradutor e tcharaaaam, saiu a minha tradução!! Acabou que ele deletou a página, mas ficou jogando veneninhos no facebook. Deixei pra lá.

Ontem estava eu vagando pelo facebook quando fui ver um grupo que haviam me adicionado (as pessoas me adicionam assim, hehe) de Tradução de Músicas Árabes, e quem eu achei por lá? A criatura egípcia! Postando o quê? Uma nova tradução sua! Me bateu a pulga atrás da orelha, afinal era uma música que eu já havia traduzido, fui ver o blog dele, quis morrer, matar, ressuscitar tudo junto. Olhei todas as traduções. Ele teve o mau caratismo de ROUBAR 26 traduções minhas e postar como suas e receber vários elogios por sua genialidade, brilhantismo, etc e somente agradecer e falar que as pessoas poderiam contar com ele pra traduzir mais. Uma palavra: ódio.

Cheguei a perder meu tempo falando com ele de novo. A resposta dele? Me mandou um texto em árabe e me mandou traduzir, disse que só se importava em ajudar pessoas, mas quem falava árabe era ele, não eu. DORGAS?! Só me restou denunciá-lo ao google. As minhas traduções são livres, são para que dançarinas e amantes da música árabe possam ter acesso ao significado das mesmas, mas elas não deixam de ser meu trabalho! Depois conversando com meu marido, esfriando a minha cabeça, comecei a nem ter raiva, mas a ter pena dessa criatura egípcia e das pessoas que acreditam nele. Mas que pessoa tão sem criatividade e originalidade, na sua vida as coisas só dão certo copiando os outros! Tsc, tsc, tsc...

Então como meu dever, estou denunciando aqui abertamente que há um impostor usando minhas traduções como suas, e abram seus olhos seguidores, antes de adular pessoas apenas por serem árabes (não que todos façam isso, mas já vi que tem gente que faz). Tem gente que se ilude pagando workshops de dança do ventre a professores que são nada mais do que... Árabes! Sério! É como se eu, por ser brasileira, ao morar na Alemanha, passasse a dar workshops de samba por tal! Mas esse papo é só um parenteses para que a gente tenha os pés no chão em relação a tudo. Tem gente que se faz de boazinha, amiga, mas no final das contas, ela está te secando, ou pior, te roubando!

Como sempre pedi a todos, podem compartilhar, só digam a fonte. É de bom tom, é respeitoso, é educado, é digno, é legal, e em alguns casos, não vai dar treta! Ainda não sei como ficará esse bafafá todo, mas a única coisa que espero é que a criatura egípcia possa um dia se retratar e pedir desculpas pelo que fez.

Enquanto isso não acontece, uma cena de inspiração a quem comete o mal pela vaidade:



****************
Acabei de receber do Google a informação que as páginas descaradamente copiadas pela criatura egípcia foram retiradas do ar. Obrigada justiça divina! E espero que ele tenha aprendido a lição!
*****************

8 comentários:

Laura disse...

Que absurdo!!!!!
Sabe que eu já percebi de cara que esse egípcio era esquisito? Confesso que não confiei desde o início no "trabalho" dele. Enfim, que bom que a justiça prevaleceu no final.

Bethania Bomfim Cake Designer disse...

Liga nao, para pessoas pequenas o mundo tem coisas pequenas. Amo seu blog e espero encontrar muiiitas pessoas talentosas como vc.

Tina disse...

Ainda bem que o Google agiu rápido. O cara ainda queria tirar onda...

Cátia disse...

Tem louco pra tudo mesmo! Gente sem caráter tem no mundo todo.....triste isso, fiquei com raiva desse árabe quando li essa história.....se ele tivesse colocado a fonte, aposto que receberia elogios da mesma forma, pois " estava ajudando alguém de qualquer maneira", mas não, tinha que levar vantagem! Idiota!

Celia Daniele disse...

Gente, sabe o que é pior? A criatura egípcia conseguiu voltar com as páginas alterando as traduções. Até aí tudo bem, uhu! O problema agora é que ela tá se fazendo de vítima da internet, dizendo que eu pedi ajuda a ela pro blog (ela nunca deu um pitaco aqui), e que as traduções não foram retiradas do ar e que são diferentes como podem ver e que vai acionar o advogado!
Ah coitado!!!
Primeiro que eu que fui na delegacia de crimes virtuais na segunda, mas achei que isso não era importante demais pra eu mover uma ação contra ele, e aconselhada por 3 advogados, apenas contei com o google (que está de parabéns). Estou de posse do e-mail do google confirmando a exclusão das páginas e o MELHOR DE TUDO!! Eu tenho salvas em PDF todas as páginas dele que eram cópias das minhas e que hoje ele descaradamente alterou e se fez de coitado.

Como a minha intenção não é caluniar ninguém, e nem ficar dando pano pra manga, eu vou deixar que as pessoas escolhem o lado que elas quiserem ficar. A mim só interessa defender o meu trabalho.

Dança do Ventre Brasil disse...

Em virtude de calúnias sendo distribuídas nas redes sociais, comunicamos que as traduções outrora copiadas estão agora diferentes porque o blogueiro mudou o conteúdo delas após a denúncia. Entretanto, caso seja necessário, o Dança do Ventre Brasil possui provas digitalizadas em imagens/pdf das páginas antes de sua modificação, com o conteúdo inegavelmente idêntico ao deste blog. Aproveitamos para deixar claro que o interesse do Dança do Ventre Brasil não é impedir o compartilhamento de suas postagens, muito pelo contrário. Apenas acreditamos que a autoria das postagens deve ser respeitada, o que pode ser feito dando-se os devidos créditos ao blog/autor. Ao contrário do que se pode pensar, traduções demandam mais do que conhecimento sobre o idioma, mas também um trabalho de pesquisa (às vezes extenso). Por isso, nada mais justo (e simples) do que dar crédito aos autores das traduções. Solicitamos várias vezes que o senhor blogueiro mencionado citasse a fonte das traduções, o que nunca ocorreu. Sentimos que o nosso trabalho foi desrespeitado e decidimos pela denúncia ao Google. Após a alteração feita pelo mesmo, o Google permitiu que as postagens do blogueiro voltassem ao ar.

Pedimos que antes que nos julguem apenas como alguém egoísta que não deseja que seu trabalho seja dividido por outro, imagine que o nosso "salário" por esse trabalho que fazemos pra vocês é a gratidão e os elogios de vocês, os quais estavam sendo destinados a outra pessoa.

Obrigada a todos.

Hanna Aisha disse...

"Tem gente que se ilude pagando workshops de dança do ventre a professores que são nada mais do que... Árabes! Sério! É como se eu, por ser brasileira, ao morar na Alemanha, passasse a dar workshops de samba por tal!" Concordo PLENAMENTE!

Celinha, vai dar tudo certo. Justiça seja feita para o lado certo.

Beijos

Simone Medeiros disse...

Um conselho: envie as suas traduções por e-mail a quem solicitar e por um certo período.Assim ele terá que buscar outra fonte. E não tema, quem é bom já nasce feito.Bola pra frente...

Related Posts with Thumbnails