sexta-feira, 2 de abril de 2010

Ondulações: Camelos

Atendendo ao pedido da Márcia, estou iniciando uma lista de postagens com movimentos ondulatórios comuns na dança do ventre. Quando digo comuns é porque existem diversas variações que as dançarinas inventam conforme a sua habilidade e prática. No site Middle Eastern Dance foram levantados 274 movimentos diferentes na dança do ventre, não só ondulatórios, mas todos os possíveis que puderam recordar! E esta lista não é finita, vai aumentando conforme a criatividade de cada dançarina em todo o mundo!

Os movimentos ondulatórios que pretendo abordar são referentes ao tronco, ou melhor à pélvis. Separem os quadris do resto do corpo!!!! Para não parecerem uma "lagartixa com caimbrã" como diria o Seu Madruga. Para cada um deles, achei melhor colocar um vídeo exemplificando, além da explicação de como "extraí-los" do seu corpo. O primeiro que vou colocar aqui é o camelo!

Existem dois tipos de camelos, o normal e o invertido. Geralmente quando começamos a aprender confundimos muito os dois, pois o que os diferenciará entre si será justamente onde a ondulação vai "começar" e se "deslocar" pela barriga. Para diferenciar os dois, primeiro precisamos conhecer a regra do movimento "camelo", igual para ambos. Essa regra não é a ordem que o movimento deve ser realizado, mas a posição correta para fazê-lo: quando inclinar a pélvis para frente, coloque seu peso sobre os dedos do pé e incline o tronco para frente (como se estivesse "estufando a barriga"). Ao recuar a pélvis para trás, encolha a barriga e traga o peso para o calcanhar. A diferença entre os dois camelos é a direção da ondulação.

Assim:

Camelo Normal: Você começará o movimento estufando o busto, em seguida movimentará a pélvis para frente e para trás (seguindo a regra explicada acima), ondulando a barriga para fora, ou seja, como se houvesse uma onda do quadril até o estômago.

Camelo Invertido: Ao inclinar a pélvis para frente, a ondulação será para dentro, ou seja, a mesma onda, mas do estômago para o quadril, elevando o busto quando seu quadril estiver atrás.

Atenção: Mantenha as costas retas!! Isto é, seus ombros devem ficar alinhados durante o movimento, somente a parte dos seus seios até a pélvis que se movimentará. Quando estiver fazendo um camelo (qualquer um dos dois), seus ombros não podem subir e descer, no máximo podem ter uma leve inclinação para frente e para trás, sem se retraírem para frente e/ou para baixo.

Aqui abaixo um vídeo para ilustrar o movimento. Infelizmente não encontrei um vídeo que fosse "completo" na explicação. Quer dizer, encontrei 1, mas em inglês, e no meio a mulher mostra o "errado" e compara com o "certo", achei que poderia dar confusão para quem não sabe falar inglês.

7 comentários:

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Muito boa essa sua iniciativa... Caramba, dei uma olhada no site e não sabia que existiam tantos movimentos e, em inglês, fica difícil eu sacar alguns, rsrs...
Mas tenho esse problema não só em inglês, mas em português também...
Fiz o básico há um tempão, mas aprendi uns movimentos novos através de dvd's que são em inglês... Aí eu leio algumas meninas comentando sobre "soldadinho", "princesinha"... e fico sem saber se são movimentos que conheço por outro nome ou não...
Talvez o problema seja também uma variação de nomes de acordo com o estado brasileiro, não sei, rsrs...

Bjão

Celia Daniele disse...

Olá Laurinha! Pois é, essa variação de nomes acontece bastante, mas naquele site estão marcados com cores diferentes os movimentos que tem nomes diferentes (em inglês).
Agora quem sabe alguém tenha paciência em traduzir (não ao pé da letra) os 274 movimentos listados nos EUA! Ou fazer uma lista nova, com o que a gente usa por aqui! Não vai faltar ideia para criatividade na dança!

marcia disse...

Oláaa
que legal, assim realmente fica muito mais facil entender o que faltou na aula... ás vezes falta uma virgula para entendermos melhor um movimento!!

Continue assim amiga!!
Sucesso
Bjim da Marcia

Natasha disse...

Oii!

Ótima dica e explicação, muito bom pra quem é iniciante e sente dificuldade em realizar o movimento.

Beijinhos!

Camila Flavia disse...

Célia adorei! Vai ser de grande ajuda para quem está começando. Menina fiquei passada agora, estava dando uma geral no meu Blog, sei lá por quais cargas d'agua o seu blog tinha simplesmente desaparecido da minha lista,aff.. E eu estava estranhando, nossa a Célia não coloca postagem já tem um tempão! Agora que me fui me dar conta que o link não estava lá.. Logo eu que adoro teu blog... snif snif

Celia Daniele disse...

Hehehe, fico feliz por gostar do blog!! Mas estou sumida mesmo, por causa dessa chuva no Rio e tanta tragédia, não consigo pensar em outra coisa... Mas a vida continua, né? Vou atualizar o bloguito!

Ah, adorei seu post (já antigo) sobre "Islamismo e Preconceito", por dar espaço a um muçulmano falar. Sabe, o povo esquece que a forma da religião varia de pessoa para pessoa, já conheci muçulmanos como o Jamil, que são derbakistas, conversam com pessoas sobre outras religiões, e já conheci muçulmanos (corrigindo, 1 muçulmana) que parecem aqueles crentes mais fervorosos, que sequer ouvem música porque é haram! A gente não pode generalizar, mais do que a religião, as pessoas são produto de diversos fatores do meio em que vivem.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Related Posts with Thumbnails