quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Crônicas de uma Dançarina do Ventre - Episódio 1

Estava eu feliz e contente no meu trabalho, chegando após um final de semana prolongado (feriadão), quando um colega me faz aquela pergunta chavão:

_ E aí, Celia! Como foi seu fim de semana? Passeou bastante?
_ Sim, fui num restaurante árabe, acabei tendo sorte e peguei uma apresentação de dança do ventre.
_ Como assim apresentação de dança do ventre?! (cara de espanto)
_ Ué, tinha dançarina lá.
_ Dançarina?!!?! No meio das pessoas, como assim?

Eu aqui pensando, por acaso ele acha que as dançarinas do ventre são seres abstratos, tipo uma fada? Ou então as pessoas estavam jantando normalmente, veio uma mulher com a barraquinha, botou o disco pra tocar, e deu uma dançadinha pra animar a galera e ganhar umas moedas.

_ Dançando normal, caramba, entre as mesas!
_ Nossa, se eu visse isso eu ia cair na gargalhada!
_ Ahn?! (Você tem problemas mentais?)
_ Ahhh, como pode uma mulher vir dançar dança do ventre enquanto as pessoas estão comendo nas mesas, com a família, lá não é lugar para isso!

Momento pausa para eu despencar dentro de mim, ir ali dar um grito, voltar com a minha cara blasé e tentar levar a pessoa para a luz.

_ Meu filho, você está achando que dança do ventre é striptease? Dança do ventre é uma apresentação cultural, é para entreter como arte, não para fazer exposição da figura da dançarina.
_ Ah, não sei, eu nunca vi uma apresentação de dança do ventre, mas cá entre nós, é óbvio que uma mulher que vai dançar assim na frente das pessoas ela tá querendo alguma coisa.

Você tá achando que as dançarinas são o quê, seu pervertido?! Como uma pessoa pode pensar o PIOR da dança do ventre, se ela nem ao menos sabe o que é? Eu tentei amenizar a situação:

_ Cara, não tem nada dessa coisa de sensualização, até os maridos das dançarinas vão com elas...
_ O quê?! Eu nunca me submeteria a isso!
_ Olha, se sua mulher fizesse dança do ventre, você veria que não tem nada disso!
_ Tudo bem, eu "deixaria" ela fazer, mas com uma condição: ela não poderia reclamar quando eu ficasse olhando as outras dançarinas!

Ok, out of the question, Senhor, é uma alma perdida! E eu ainda tento...

14 comentários:

Lívia disse...

"Momento pausa para eu despencar dentro de mim, ir ali dar um grito, voltar com a minha cara blasé e tentar levar a pessoa para a luz." Foi muito bom!! huaauhuhauha

Aff cara...se eu sou a mulher desse ser eu me separava!! Pq logo nota-se do que está pessoa é feita: de nada U_U

Só existe uma coisa no mundo...sexo...e as mulheres vivem para os homens, pq elas nao sao nada sem eles..e estao procurando por sexo...

Claro que conheço a "fama" da DV pros leigos, mas sei lá.. com alguém ali te explicando não dá pra abrir um pouquinho a mente?

Falo por mim mesma! Meu namorado estranhou eu escolher dançar dança do ventre! De fato, num primeiro contato dele, do imaginario dele, eu nao tinha nada a ver com aquilo! Mas expliquei...nem demonstrei nem nada e ele ao menos me deu uma chance de provar que se tratava de uma dança/arte como outra qualquer. Com o diferencial de que essa me fazia feliz.

Whatever... Sei que vai ter gente aqui que vai achar normal. mas eu ainda me impressiono com mentes fechadas. Pq vc não saber, td bem, todos não sabemos MUITO sobre muitas coisas... Mas se fechar para o novo, isso me irrita.

Lívia disse...

Isso me lembra um vídeo da Zel...
Nunca esqueci esse vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=Wiklra5ns6U

Voc~e nota aquele menino visivelmente desconfortavel com aquela situação!! Nao sei nem o q ele esta fazendo ali...de repente nao é isso.. Mas a sensação q ele trasmite é q esta com vergonha e nem qr olhar mt pra dançarina...

Celia Daniele disse...

Nossa, q olhar de desprezo ele lançou para o véu da dançarina!hahaha
Ele tentou ficar olhando o celular, mas depois tava quase enfartando! OMG! Olha, essa coisação que a dança do ventre causa nos homens não vem da dança, mas da mente deles mesmos!

Rubi disse...

De derrepende me deu pena do seu amigo, ele vive em um mundo mental muito pequena

Lívia disse...

Então cara...não é da dança do ventre. É das mentes pequenas (femininas ou masculinas)...

Mas vc viu a cara dele? É mt engraçado!! Ele está tentando evitar a todo custo...aí ela percebe e joga o véu onde? Na mesa dele auhauhauha acho isso hilário! Ele começa a tentar prestar atenção nela..mas vc vê q ele tá vergonha! EU nem vejo a dança da Zel..eu só consigo olhar pra ele

Suelen disse...

Adoreu o humor sarcastico do texto. E pessoas que pensam dessa forma são muito comuns. É dificil vc lutar contra um comportamento que está inserido no sociedade a tanto tempo, mas estamos tentando, né.

débora disse...

NAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAO!!!!

Laurinha (Mulher modernex) disse...

O problema da nossa sociedade ser tão machista é esse. Parece que tudo o que envolve uma mulher ou mais especificamente o corpo feminino na cabeça de muitas pessoas tem a ver somente com sexo, sedução. O cara só consegue focar no corpo da mulher, é incapaz de apreciar a dança. Aí tem os dois extremos, ou o cara que fica envergonhado como se a mulher estivesse tentando seduzí-lo na frente de todo mundo ou o cara que fica olhando pra dançarina como se ela fosse um pedaço de carne. Triste isso.
Por isso sou desanimada com eventos de dança do ventre onde há mais leigos que pessoas que realmente apreciam a dança.

gicosta disse...

Adorei o post, e suas frases de humor negro rsrsrs... Bem, acho que as meninas já falaram tudo, principalmente a LIVIA, acredito que esse pensamento é reflexo da nossa sociedade que ainda vê a mulher como um mero objeto para o seu próprio prazer.em relação a esse tipo de preconceito eu mesma já passei por isso com um ex namorado, deve ser por isso que ele virou ex, com a tipica frase mulher minha não fica se exibindo para outros homens, omg...... pensamento pequeno dá nisso, bjs

Hanna Aisha disse...

As próprias mulheres contribuem para esse tipo de pensamento. A luta é diária e grande, Celia, não desista.

júlia disse...

Pois é , quando dancei num bar arabe uma vez, ficou cheio de engraçadinho fazendo gracinha... eles nao respeitam nao, pior sao os conhecidos, quando voce fala que dança ficam cheio de malícia, me da uma raiva!

Debora Hathor disse...

1º o video indicado pela Lívia:
huahuahauhauahuahauauhauahauhauahuahauhauahauahuaa!!!!!!!! Nossa, kkkkkkkkkkkkkkkkk, a cara dele é a pior!!!!! Algumas considerações: porque o infeliz simplesmente não apreciou a dança??? Teria sido mais fácil para ele, pelo menos agora eu não estaria me matando de rir só por causa da cara...

2º a situação em que pessoas ignorantes nos coloca:
Celia, não se preocupe com pessoas que tem seu conhecimento acerca do mundo tão limitado. De verdade, falo isso por experiência própria. Você SEMPRE vai encontrar algum desinformado, e isso não é só na DV não. É que em relação à DV o principal problema é ligar a DV ao ato do sexo (o que convenhamos, realmente fica apenas na mente masculina *_*)Mas também tem o outro lado: pessoas que amam a DV, que praticam e se apresentam com orgulho, que veem como trabalho que merece dedicação, e é esse ponto que temos que por nossas energias! Só para você ter uma ideia, eu tenho um primo bem Jeca que mora no interior de Minas Gerais, e quando ele soube que eu fazia DV ele disse: "Nossa, acho tão lindo!Eu fico encantado com o jeito que as moças dançam e com as roupas, elas são muito alegre e delicadas..."
Viu...
Bjs !!!

Melissa Souza disse...

Adorei o post! Mas você tem a paciência que eu não tenho, sério!
Faz pouco mais de um mês que estou num trabalho novo, e a turma do escritório me olha cheia de desdém quando eu coloco meu top e falo "estou indo para minha aula de dança", kkkkkk!
Eu morro de rir com a cara deles.

Kaliana K disse...

kkk! Uma alma perdida na escuridão do machismo!!! Cada uma, né?

Related Posts with Thumbnails