domingo, 18 de setembro de 2011

A Difícil Relação entre o Ego e a Crítica

Ei, ei, ei, QUEM É VOCÊ PARA ME CRITICAR?!!!

Senhoras e senhoras, essa frase não é minha, longe de mim! Ela está aqui para ilustrar o mais novo estrelismo que pintou no nosso blog para lembrarmos como é difícil ter um espaço para termos nossa opinião. Afinal, para TER OPINIÃO nós temos que SER ALGUÉM, senão temos que nos resignar e ficar calados ou achar tudo lindo, não é mesmo?

Volta e meia aparece um troll no blog para espinafrar algum post, comentário, vídeo, foto, etc, faz parte, acho que todo mundo que faz algum sucesso na internet tem que lidar com isso. Eu continuarei defendendo com unhas e dentes o meu direito de opinar, de falar, de esclarecer, de informar quem quer que apareça por aqui. E também me desculpar quando for necessário, ainda que não haja NADA no blog que atinja negativamente alguém, tudo é escrito com o mais objetivo e sincero sentimento: a paixão.

Acontece que também aparece por aqui quem acha que é tão bom, mas tããão bom, que está acima do bem e do mal. Geralmente esses eu ignoro, pois eu já havia comentado como é difícil criticar no meio da dança do ventre aqui, mas teve gente se inflamando seriamente! E olha que eu nem critiquei, eu até elogiei! Só revelei um segredinho, ops! Não sabia que era segredo, sorry! Se sentiram ofendidos? Não era para ofender, era uma constatação, sabe, eu posso NÃO SER NINGUÉM para vocês, mas sou ALGUÉM para outras pessoas, lugares e até instituições. E mesmo que eu não seja uma assumidade na dança do ventre e estivesse criticando abertamente uma coreografia que não gostei, qual é o problema? Tenho que me calar porque não me consideram relevante? E se não me consideram relevante, por que vieram ao MEU blog reclamar da minha opinião? Incongruente, não?

E nesse caso, pode parecer para mentes menores que eu que não suportei a crítica de não ter minha opinião aceita publicamente, mas quem quiser fazer um tour pelos comentários dos meus posts vai perceber que as críticas e debates que merecem minha atenção são devidamente respondidos, sugestões atendidas, palavras ou informações corrigidas quando revistas, o blog representa a minha paixão e meu respeito pela arte árabe expressas na dança do ventre, mas eu não me fecho para outras opiniões e pessoas, muito menos me considero a magnânima que não pode ser questionada ou criticada!

Alguns "profissionais" da dança do ventre andam com o ego tão inflado que a pessoa não vê nada além de si mesma. Para eles a vida se resume em variáveis simples: se você não gostou ou não concordou com algo deles, é porque não entendeu. Se você insiste em defender seu ponto de vista, vira um "quem é você", ou seja, só tem direito de achar alguma coisa ou apontar qualquer coisa se você for alguém "inquestionável". Sabe o que me lembra? A história do rei nu do Hans Christian Andersen. Taí: dedico a quem acha que eu não posso escrever o que acredito no meu espaço e prefere a ilusão da infalibilidade.

Vejam, ouçam, interiorizem e sejam humildes!

6 comentários:

rubia disse...

OI querida sou seguidora do seu blog que é muito importante para mim pois faço essa linda dança mas ainda estou ni inicio..se puder me fazer uma visitinha ficarei feliz.. rubiacossette.blogspot.com

Erica disse...

Eu adoro o que vc escreve, em um mundo em que tudo é massificado, inclusive a moda, o comportamento e o que pensar, é inconcebível que um espaço criado com tanto amor e respeito pela arte tenha que ser tolhido ou enxovalhado por qq um. Eu te admiro, continue nos trazendo luz e conceitos novos. Este é um belo modo de construção positiva.

Amar el Binnaz disse...

Oi Celia!!!

Já passei por essa situação a que você está se referindo e compartilho da sua indignação.

A grande verdade é que o que incomoda é o alcance que o seu trabalho tem, e, acredite, é ENOOOOOORME. E quem não se estabelece faz o que: vira TROLL!! É mais fácil criticar do que contribuir.

Então pra "matar das bicha" esses trolls desavisados, continue fazendo o belíssimo trabalho aqui no blog e alcançando ainda mais pessoas!!

Sou sua fã

Verinha
www.amarelbinnaz.com.br

Anônimo disse...

Seu blog esta muito bom...ajuda demais nós que amamos de paixão a dança do ventre. Preocupa com comentarios bobos não. Beijos.
mallya

Celia Daniele disse...

Oi meninas, muito obrigada pelo apoio, pelas palavras, pelas visitas, por tudo! Sem vocês o que faço aqui não tem sentido!

Verinha, eu só lembrava de vc quando estava sendo atacada pelo Mister Perfection, um dia até duvidei que pessoas como ele realmente pensassem assim... Caraca, será que alguém se acha no direito de calar a liberdade de expressão? OMG! Pobres órfãos da ditadura militar! >.<

Explicitando a coisa em si: Eu fiz esse post pra "botar os pingos nos is" não como uma retaliação. Não quis que essa história morresse numa simples discussão de posts, porque ela é muito séria. Afinal, ser famoso (ou ser bom no que a gente faz, no caso dele, dançar) não nos dá o direito de enxovalhar o trabalho dos outros ou deturpar palavras e/ou ideias só porque elas soam como críticas. A gente aprende todo o dia, com nossos erros, com os apontamentos dos outros, com a vida, e nunca nunca nunca seremos infalíveis e irrefutáveis, por mais que essa "verdade" doa.

Hanna Aisha disse...

Ainda não passei por isso com meu blog! Mas imagino o quanto deve ser chato porque já passei por outras...

Celinha, quer dança mais vaidosa que a nossa? Faz parte!

Beijos

Related Posts with Thumbnails